Segunda-feira, 12 de Novembro de 2007

Até qualquer dia...

Fim

até sempre

miúda


publicado por sopasopasopa às 19:56
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 31 de Julho de 2007

Com

Recordo agora o dia anterior

Em dia  de muito calor,

o final da tarde fez-se quente

Com

uma especie de tempo limitado

mas sem horas marcadas

com sexo

mas sem amor

com carinho

molham-se corpos

sua-se

perde-se energia

relaxa-se

molha-se com gotas de agua

escorridas do chuveiro

que ouço cair, deitada

 

Fresco voltaste

com calor

mas ficaste tenso

e não sei porquê

....

beijo

...

amo-te

miuda


publicado por sopasopasopa às 10:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 26 de Julho de 2007

Não obrigada

Não obrigada,

não gosto de ter horas marcadas para amar,

não sou uma máquina de beijos,

não sou um corpo controlável,

pelo impulso do badalo

não uso relógio...

 

Gosto de carinhos,

de amor,

de festas,

de cafonés,

de comer chocolate,

de saborear um olhar,

de sentir no teu sabor,

o sabor que tens no meu...

 

Gosto de me preocupar contigo

como gostava que o fizesses comigo

De cuidar de ti,

como queria que cuidasses de mim...

 

Nem que fosse, só um estás bem?

Um abraço, um sorriso,

um passar de mão pelo cabelo,

um toque, uma mensagem, um telefonema...

 

Perto daquilo que algum dia foi,

mas que nunca chegou a ser...

o teu gosto...

Infelizmente

Gostas do sentido de clandestino dos nossos encontros

Porque tu gostas que seja...

Tu queres que sejam

E eu nunca os pensei assim...

 

Não uso relogio,

não amo a horas marcadas,

e não me deixo limitar pelo tempo,

pelo tempo que estou longe de ti

e nem sequer te lembras de mim...

 

Não digo que te amo,

mas podias ser diferente,

não somos máquinas,

se queres sexo assim,

dizes, de que tens medo?

dizes e

vais á loja, ou oferece um relogio a quem te utilize...

 

Porque hoje,

hoje não me apetece a mim

servir-me de ti...

 

Hoje quero mimos,

deve ser da fase do mês,

Também eu tenho destas coisas,

sabias?

Nunca te deste conta,

disso, como de tantas outras coisas...

 

Não me conheces,

depois de tantos anos...

Nem um pouco sabes de mim,

talvez porque não seja isso que mais te interessa,

mas se fosse assim,

talvez agora,

sim...

E não era preciso muito,

porque mais do que nada,

não é muito...

 

Hoje queria algo mais que descarregar energia,

queria uma coisa que nunca soubeste o que é tê-la de mim

e eu nunca saboreei a tua,

porque tu não és assim...

Nunca foste assim para mim,

Feliz ou infelizmente,

não te conheço assim..

 

Estipulaste as regras do contrato na tua cabeça

e presumes que eu aceite sempre,

mas hoje não,

porque para te devorar hoje,

terias de ser para mim hoje,

aquilo que nunca foste comigo...

 

Para ser bom hoje

teria de ser muito mais do que um "estar",

alguem que nos "rouba energia",

teriamos que ser pelo menos amigos coloridos,

ou amantes,

que é aquilo que nunca fomos...

De que nunca usamos,

amor...

 

Hoje não, porque detesto ter horas marcadas,

e hoje não ...

hoje quero mais

do que

dor

prazer

e

dominio

...

 

um

beijo

 

amo-te

miúda


publicado por sopasopasopa às 19:16
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 19 de Junho de 2007

É assim....

Um convite

dois corpos famintos

um encontro

no meio da confusão

um buraco arranjado à pressão

em toque

nos enrolamos

em beijos

não nos enamoramos

apenas suamos

suamos, suamos

....

dois corpos enrolados

vibraram

...

descanso, sorriso

ninguem é ninguem

nem tu és mais tu

nem eu sou mais eu

..

mudamos

...

um sorriso

despedida

um beijo

até à proxima

com a dúvida

se haverá mesmo próxima

...

nem telefonemas

nem mensagens

nem mails,

nem chegaste bem...

..

não importa

afinal não somos

namorados

nao somos amantes

somos apenas

amigos

que satisfizeram necessidades

...

um beijo

até qualquer dia

 

ah e já agora

amo-te

miúda


publicado por sopasopasopa às 14:03
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 29 de Maio de 2007

Mea culpa..

 
Não resisti
Aguçaste-me nem tanto o desejo
Mas sim a curiosidade,
De te sentir de novo…
 
Rapidamente
Senti que muito mudou
Entre nós…
Muito…
Em mim…
 
Em ti
Na maneira como te vejo,
E até no teu olhar…
 
Aquela fuga constante do olhar no meu
Revirando-me de trás …
Evitando o contacto num olhar
Em lábios mal tocados
Tropeços de nada
Embrenhando-te na minha doçura
Espelhada na também minha secura
Não sei se percebi…
 
Eu continuo em mel
Mas em mel diferente
De sexo
Só…
Ou amor, diferente, amor dorido,
Não confiante…
Precisava de muito mais para acreditar
E confiar no que podemos construir de bom
Apenas uma relação saudável…
Sexo, sexo, sexo…
Apenas…
 
Por isso
Na sombra de um adeus
Mitigado de incerto
Escolhido no olhar que não me deixaste…
Sincero e puro
Nos mimos, melosos que te deixei
num abraço desmembrado
De medo… ou não, não sei…
 
Digo-te
Vai,
Segue
e
Não queiras saber de mim
Vai e não fiques
Porque se ficas
Vais acabar
Por matar o meu coração
Com esse teu olhar…
Envenenando-me  aos poucos do sumo da paixão
Gota a gota
Encontro a encontro
e eu não quero…
não quero apostar…
 
Quero
Apenas sexo
E nada mais quero ter,
Porque acredito
Que nada mais me queres dar…
 
A sombra do adeus no teu olhar
Revela tudo o que eu estava a pensar
Não é preciso mais eu já entendi
 
Um beijo e “juízo” também
mea culpa
Amo-te
Miúda

publicado por sopasopasopa às 08:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 3 de Abril de 2007

Amor

É amor...

Amor é....

é....

 


publicado por sopasopasopa às 15:19
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sexta-feira, 30 de Março de 2007

Acho que não apaguei os dias...

Acho que não apaguei os dias...
 
Pois é, acho que não apaguei os dias
Em que te tive dentro de mim,
Mas deixei nascer,
Perdi o medo e
valorizei novos dias,
para me esquecer de ti….
 
Passado mais de um mês,
que aqui publiquei a minha raiva e indignação
por me deixares assim sem, qualquer explicação…
 
Agora a calma de uns dias passados
verto aqui o meu coração
Exaltando aos céus nesta minha oração
Pingo do meu amor,
desta minha solidão…
 
È verdade, não vivo sozinho na solidão
Nem, o conseguiria,
Vivo acompanhado de uma ilusão
Que não me trás agora,
Nem nunca, felicidade….
E assim fui vivendo,
Mordendo, ora aqui, ora ali…
 
Desde sempre,
E contigo, também foi assim…
Fugi de ti, como fugi de tantos outros
Sentimento forte, que sabia poder magoar…
 
Agora aqui estou,
Deixei que fosse trocado por outro,
Que sabia ser muito mais forte…
Dei um pontapé ao medo,
De deixei-me viver…
Loucuras,
Perdido da razão,
vivi….
 
O tempo foi passando
E sem respostas tuas,
Que já só me prendiam
Por não encontrar explicação…
Deixei de lutar,
Por momentos quentes e carnais
Que assim, transmutaste em banais….
 
 
 
Fui abdicando pedaços de mim,
Recolhendo recordações,
De certo, censuradas,
Umas com etiquetas mais vincadas,
Outra apenas, abrangeram páginas do meu retrato
A que cada vez mais evoco de desilusão…
 
Vivo uma embustice,
Mas também não me importa,
Porque nesta indagação,
Sempre soube que havia de encontrar
Alguém para amar…
A quem entregar o meu coração…
 
Agora,
Não sei ,
Bastião de sentimento
Fortaleza, ou perdição
Não sei…
Não sei qual é a oração
Se é amor…
Mas se isto não é amor,
Então já nada sei desse nobre sentimento….
E sinto que já partilhei,
O que sinto por mim.
Já cravei no meu coração…
 
Não apaguei os dias que passei contigo
Apenas lhe dei o significado
Que me ensinaste a dar-lhes…
 
Mais uma fruta,
Ou mais uma desilusão,
Apenas mais um desejo saciado,
Apenas corpo e nunca coração…
 
Sou assim…
Relembro de ter escrito
 
Sinto-me um pinga amor
Mendigando e procurando
O que já não sei se vou encontrar...
 
Não sei se não será ilusão...
Sinto que a dois já não posso amar
Apenas sozinho
Vejo Sofrimento...
 
Ora porque é proibido
Ora porque não podemos apostar
Ora porque não existe reciprocidade
Ora porque não começa e já esta a acabar...
 
Afinal estava enganado,
Porque ele estava ao meu lado,
Já aqui estava,
Eu é que
Por medo,
Ainda não me tinha entregado…
 
Vi,
Desejei,
Saboreei
E deixei,
que ficassem marcados de forma diferente
Todos os dias,
Desde há uns bons anos,
A que nunca dei o devido valor,
Por medo, por temer a dor de um novo amor,
Que sabia forte,
Perigoso….
Mas apostei, e
Troquei o carimbo de ti,
Por um que já tinha aqui,
e não te peço desculpa
apenas te digo
Sê muito feliz...
Obrigada
 
Amo-te
Miuda...

publicado por sopasopasopa às 15:55
link do post | comentar | favorito
Sábado, 24 de Fevereiro de 2007

RAIVA

Que raivaaaaaaaaaaaaaaa

NEM UMA RESPOSTA?

QUE MAL TE FIZ

para não falares comigo?

Que raiva de mim!

ESTUPIDEZ

 


publicado por sopasopasopa às 10:22
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2007

Mistério....

E o mistério continua...
......
Está tudo aparentemente com uma calma assustadora...
Ui
Detesto calma
Calma indicia que algo não está bem
Mero palpite
Palpita bem, meu caro amigo.
Mas também não me preocupo com isso
Sabes porquê?
Porquê?
No sábado vou-me até ao meu refúgio
E só volto para o ano!
Passar o natal para terras frias
Mas, bom, bom era pegar na trouxa e pirar-me
Fazes bem.....ter umas férias disto tudo é bom
Assim numa de loucura
É o que qualquer dia faço
Queres ir comigo? Ajudamo-nos um ao outro na primeira fase e depois começamos do zero noutro sítio qualquer......era da maneira que finalmente te conhecia
Gostas do estado de espírito hoje?
Do género viagem à lua, e ficar num hotel daqueles de estrada, de 5 estrelas claro, com tudo a que tenhamos direito,
E onde não somos reconhecidos
E descontrair, com a caixa de chocolates,
Eu não sou reconhecido cá
E suar ate mais não
Ui...conheço o estado de espírito, por acaso
O suar até mais não pode ter uma interpretação mais marota
Mera provocação
Pois pode...
Alias, já disse tanta coisa marota hoje
Vá-se lá saber porquê...
Enfim...
Conta a que se deve tanta marotice?
Vá-se lá saber!
Mistério....
......
Amo-te
Miúda

publicado por sopasopasopa às 08:45
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2007

Amigo, Amante

Comecei a pensar...

Que sinto eu?

Quem é?

Quem sou?

Como tudo começou?

Regressei ao passado e....

............

...........

Começamos por nos descobrir, corria o ano de 2002, num desses sites…

A início agíamos, com a curiosidade típica de dois meros aventureiros desconhecidos, que enviaram uns e-mails, no seio da Internet… Trocamos mais alguns e-mails, onde nos apresentamos, à nossa maneira… Eu explanando-me na veracidade, típica da minha ironia… Descobrindo-nos como seres muito semelhantes, frutos da mesma colheita… Fomo-nos conhecendo a pouco e pouco, sempre muito paulatinamente…

Passamos por bons afeiçoados, virtuais. Passou o Msn, a ser o nosso ponto de encontro...Mais personalizado, com recurso às imagens, e as cams, muito mais próximos, claro está!

Depressa passamos a sentir a amizade real, e a crescer algo mais….De início chamei-lhe curiosidade....Trocam-se os números de telemóvel…. QUE durante meses e meses seguidos, nunca utilizámos…

Conhecemo-nos corporalmente uns anos depois...Depois de muitos encontros semi-marcados, resolvemos finalmente marcar o” blind date ”…

Depois, passamos da amizade ao, algo mais... Tendo sempre consciência claro, que "somos dois adultos"....” Tenho curiosidade de te experimentar e acho que tu tens tanta curiosidade como eu: tu tens um compromisso do teu lado e eu tenho uma situação mal resolvida do meu lado: mas somos os dois adultos.....certo? "

CERTO!

Tão certo que....Agora, Agora… Agora, não é certo  se te amo, mas também não importa, porque, AGORA, agora é certo que  tu também nunca o vais saber…

Amo-te

Miúda


publicado por sopasopasopa às 14:47
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2007

Fez ontem 12 meses

Tivemos uma noite de prazer

ou tive! Se nao tiveste,

agora tambem nao já não quero saber....

Amo-te mas nunca mais te vou ver

agora, apenas sorrio e recordo

o teu ou o meu som de gemido

sensação pós prazer

de agora pássaro ferido...

até sempre

ou até nunca mais

.....

amo-te miúda


publicado por sopasopasopa às 07:59
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 31 de Janeiro de 2007

mais uma

A relação de custo entre uma mulher e uma piscina

são semelhantes

são demasiados dispendiosas

para o tempo que passamos dentro delas

.....

lol


publicado por sopasopasopa às 13:29
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 30 de Janeiro de 2007

o coração

o coração das mulheres

é como um circo...

há sempre espaço

para mais um palhaço....

.....

lol


publicado por sopasopasopa às 19:50
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 16 de Janeiro de 2007

Vou

Vou dormir

e vou sorrir

porque sei que contigo vou sonhar

um sonho real

onde só tu conheces a entrada

vou convidar-te a ficar ...

Estou contente

porque sei que  tu lá vais estar

e não me vais deixar ficar mal,

mesmo não estando

sei que sempre que num gemido  te chamar

estarás sempre perto de mim

porque te sinto aqui

como se ainda estivesses em  mim

tal qual como estás  meu sonho

e sorrio, por delirio de ilusão

de quem imagina de ti ter escutado

"Lindo é este nosso  sentimento 

aqui guardado, aqui  bem  dentro...."

do meu coração

amo-te

miúda


publicado por sopasopasopa às 13:40
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 15 de Janeiro de 2007

Boa semana

Mais uma semana

em que de longe te vejo

quase todos os dias

mas

ao teu

 

silêncio

respondo

 

Silêncio

.....


publicado por sopasopasopa às 08:10
link do post | comentar | favorito
Domingo, 14 de Janeiro de 2007

DESPREZO

DESPREZO?
Para quê?
 
De repente
 
Nada...
 
Nem um toque,
 
Nem uma mensagem,
 
Nem aparecer na net...
 
No natal limita-se a responder
 
Grosso a um sms de natal...
 
 
 
Aniversário, e nada...
 
Aniversário dela
 
E limita-se a agradecer umas 8h depois
 
À mensagem
 
Aproveitando para desejar
 
Bom ano!
 
Bom ano para ti também...
 
Quase todos os dias
 
Agora te vejo na net...
 
Nem um olá!
 
Nada...
 
 
 
DESPREZO
 
Para quê?
 
Para quê este desprezo todo.
 
.Custava alguma coisa dizer,
 
 "Não quero mais, estou noutra!"
 
ou
 
"Estou zangada contigo"
 
ou
 
"Fiz as pazes
 
"Encontrei um amor"
 
Agora assim....
 
 Fico eu aqui feito criança à espera
 
E nem um olá...
 
Não quer falar comigo não fale, mas diga...
 
Não me tome por parvo!
 
Se me considera um amigo
 
Como em tempos fomos
 
Não me devia fazer isto...
 
Custa-me admiti-lo,
 
 Mas sinto que ela tem alguém.
 
Mesmo que não seja um namoro
 
Tem alguém que neste momento a faz esquecer
 
Os problemas da vida...
 
A faz rir...a faz sonhar...
 
Alguém que subiu e tomou o lugar
 
Que eu nunca tive seguro
 
Mas que adorava ter...
 
Ela sabe que bastaria uma mensagem
 
Para sair de casa a correr
 
E ir ter com ela
 
Se ela me pedisse….
 
 
....
 
Detesto estes fins de semana
em que me ponho a pensar tanto assim
Amo-te
Miúda


publicado por sopasopasopa às 14:54
link do post | comentar | favorito

Amo-te com saudades

Amo-te com saudades

com saudades de te ter

de te tocar

de te sentir

de te amar

Amo-te com saudades

de te fazer as nossas maldades

de te dizer as verdades

que nunca tive coragem de te dizer

Amo-te

e quero-te

ter

...

Amo-te

Miúda

sinto-me:

publicado por sopasopasopa às 11:03
link do post | comentar | favorito
Sábado, 13 de Janeiro de 2007

Miuda

Sim

odeio

não a ti

mas o sentimento por ti

sim é odio

é amor

o que eu sinto por ti

estou aos teus pés

 

Amo-te Miúda

Onde andas que eu não te vi?

Tenho tantas saudades de ti

do teu abraço

do teu sorriso

do brilho dos teus olhos

amo-te Miúda

onde andas?

estou aos teus pés

Quero-te

aqui!

Amo-te

Miúda

 


publicado por sopasopasopa às 21:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

adormeci

com o desejo que tenho de ti

colado a mim

pensando

acabei

por te ter

sonhando

o resultado

esta aqui

na minha mão

e no meu coração

....

amo-te

Miúda


publicado por sopasopasopa às 08:56
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 12 de Janeiro de 2007

Miúda amo-te

 

Sonho ter-te

cueca azul

lol

Amo-te

Miúda


publicado por sopasopasopa às 09:46
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Vivo assim

E então vivo assim
das aparencias
de sentir um amor que nao tenho
apenas sinto, de alguém,
que se diz feliz assim...
 
Alguém que nao me liberta,
que me usa
e eu deixo,
talvez por medo,
de ser ainda maior solidão...
 
Não tenho quem amo
Mas tenho quem me ama...
Ora foda-se...
Merda para isto!
Amo-te
Miúda
sinto-me:
tags:

publicado por sopasopasopa às 08:51
link do post | comentar | favorito

Amarrado

Entretanto estou amarrado
A uma mentira de compromisso
De um carinho que nao aquece
De um amor que há, mas nao há....
 
 
Por falta de coragem
Por cobardia, comodismo
E dando sempre mais oportunidades
Ao que ja morreu
Continuo ocupado....
 
Vivendo do calor
Que verdadeiramente nunca me aqueceu
Vivo num verão gelido
Em que já nem sei quem sou...
 
Culpa minha
Cobardia
Por aceitar e assim continuar...
 
Sozinho acompanhado
Livre mas amarrado
Trago no sorriso tristeza...
 
Amo-te
Miúda
sinto-me:

publicado por sopasopasopa às 08:48
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2007

Pinga amor

Sinto-me um pinga amor
Mendigando e procurando
O que ja nao sei se vou encontrar...
 
Não sei se nao sera ilusao...
Sinto que a dois ja nao posso amar
Apenas sozinho
Vejo Sofrimento...
 
Ora porque é proibido
Ora porque nao podemos apostar
Ora porque nao existe reciprocidade
Ora porque nao começa e ja esta a acabar...
 
 
Amo-te
Miuda...
sinto-me:

publicado por sopasopasopa às 08:47
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 10 de Janeiro de 2007

Por vezes ainda sonho

Mas por vezes ainda sonho
Que estou a viver
O que desejo
E ai por momentos
Solto um sorriso aberto
E ai sou feliz
Pelo menos em sonho...
 
Por vezes apetece-me cometer um disparate
Desistir de sonhar
Casar
E colar no sorriso a lagrima
Que ja tao bem se instalou...
 
De quem preciso eu
Ao meu lado
Se nao uma amiga?
Que queremos nos,
Se nao amizade
Carinho e alguém que goste muito de nos?
 
Pergunto, mesmo que eu a amasse muito
Estaria eu seguro de que seria eterno?
Quantos casamento nao sobrevivem
numa apenas e nao sincera amizade?
 
Tenho medo,
Porque ainda tenho esperança
De poder viver o sonho que desejo....
E quando o encontrar,
Já ter dado o tal passo...
Ou por saber que por um disparate a perdi...
Por não ter lutado e apostado...
E só por isso tenho mais medo
e não sigo a loucura...
 
Amo-te
Miúda

publicado por sopasopasopa às 08:49
link do post | comentar | favorito

Amo-te, miúda....

Criei este blog porque
Estou triste
Perdido ....
Comprometido e apaixonado
Mas nao por quem devia..
Tlvez assim ao desabafar
Este blog me possa ajudar
 
Sinto-me mal
Porque sinto que ando por ai
Procurando perdido
Um amor...
De uma miúda
por quem não tenho coragem
para lutar
para ter
 
Amo-te
Miúda
sinto-me:

publicado por sopasopasopa às 08:25
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 7 seguidores

.Novembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Até qualquer dia...

. Com

. Não obrigada

. É assim....

. Mea culpa..

. Amor

. Acho que não apaguei os d...

. RAIVA

. Mistério....

. Amigo, Amante

. Fez ontem 12 meses

. mais uma

. o coração

. Vou

. Boa semana

. DESPREZO

. Amo-te com saudades

. Miuda

. adormeci

. Miúda amo-te

. Vivo assim

. Amarrado

. Pinga amor

. Por vezes ainda sonho

. Amo-te, miúda....

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 7 seguidores

SAPO Blogs

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub